domingo, 25 de setembro de 2016

IGREJA EVANGÉLICA AVIVAMENTO BÍBLICO - 7O ANOS




Bodas de Vinho (70 anos) da Igreja Evangélica Avivamento Bíblico.


História da Igreja Evangélica Avivamento Bíblico


Versículo do Dia

Versículo do Dia

Achou-o numa terra deserta, e num ermo solitário cheio de uivos; cercou-o, instruiu-o, e guardou-o como a menina do seu olho. 
Deuteronômio 32:10

VÍDEO DO DIA - Never Lost My Praise - The Brooklyn Tabernacle Choir - Legendado


Never Lost My Praise - The Brooklyn Tabernacle Choir - Legendado




PÃO DIÁRIO - 25/09/2016 - Sendo conhecido

   
Sendo conhecido

... Disse: confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a iniquidade do meu pecado. —Salmo 32:5


Um dos conflitos interiores mais difíceis que temos é o desejo de ser conhecido versus o medo de ser conhecido. Como seres criados à imagem de Deus, fomos feitos para sermos conhecidos — por Deus e pelos outros também. Contudo, em função da nossa natureza caída, todos nós temos pecados e fraquezas que não queremos que outros tenham conhecimento. Usamos a expressão “lado sombrio” para nos referir aos aspectos ocultos da nossa vida. E usamos slogans como “passe uma boa impressão” para estimular outros a mostrar o seu melhor lado.
Um motivo pelo qual não estamos dispostos a nos arriscarmos ser conhecidos é por temermos a rejeição e a zombaria. Mas, ao descobrirmos que Deus nos conhece, nos ama e está disposto a nos perdoar até mesmo com relação à pior coisa que tenhamos feito, nosso temor de ser conhecido por Deus começa a desaparecer. E, quando encontramos uma comunidade de cristãos que entende o relacionamento dinâmico entre perdão e confissão, nos sentimos seguros para confessar os nossos pecados uns aos outros (Tiago 5:16).
A vida de fé não se limita apenas em demonstrarmos o nosso lado bom. Envolve expor o nosso lado sombrio à luz de Cristo por meio da confissão a Deus e aos outros também. Desta maneira, podemos receber a cura e viver na liberdade do perdão.
— Julie Ackerman Link

Leia: Tiago 5:16-20

Examine: A Bíblia em um ano: Eclesiastes 1-3;2 Coríntios 11:16-33

Considere: A voz do pecado pode ser alta, mas a do perdão é mais alta ainda. —D. L. Moody



Ministério Pão Diário - Nosso site é: http://paodiario.org/

e nossa página no Facebook: Facebook.com/paodiariooficial

O ENCONTRO COM DEUS

Resultado de imagem para o encontro com deus


E eis que o SENHOR estava em cima dela e disse: Eu sou o SENHOR, o Deus de Abraão, teu pai, e o Deus de Isaque. Esta terra em que estás deitado ta darei a ti e à tua semente.Gênesis 28.13
  

Jacó jamais pensara no que veria por ser obediente ao Senhor. Em sua caminhada rumo a Padã-Arã, passou por Betel, chamada anteriormente de Luz, e maravilhou-se com o sonho que teve, no qual uma escada era posta entre a Terra e o Céu. Observou que anjos de Deus subiam e desciam, e o Senhor estava em cima dela. O seu coração deve ter-se alegrado muito, principalmente quando Deus falou com ele, dizendo ser o Deus de Abraão, seu avô, e de Isaque, seu pai.

O obediente filho de Isaque queria passar a noite repousando para continuar sua caminhada na manhã seguinte. Porém, o Senhor pensava diferente. Era hora de Se revelar a quem seria ancestral de Jesus segundo a carne; então, deu-lhe esse sonho. A pedra posta como cabeceira simbolizava sua fé em Deus, e a escada – colocada por Deus –, uma ligação provisória do Altíssimo com ele.

No passado, Deus falava de diversas maneiras aos Seus servos, e o sonho era uma delas. Inclusive, às vezes, a pessoa sonhava acordada, como se estivesse tendo uma visão. Hoje, embora Ele nos fale por meio de Sua Palavra, muitas vezes também faz uso de sonhos e visões abertas para nos dirigir no caminho onde devemos andar. O importante é que o meio que achamos que Ele está utilizando não contradiga os registros bíblicos, pois, se o fizer, tal manifestação não provém do Pai celeste. Amém?

No sonho de Jacó, a escada tinha o Senhor na parte de cima e era diferente da Torre de Babel, a qual Ninrode tentou construir para tocar os Céus – pura insensatez (ver Gênesis 11). O Altíssimo Se identificou como o Deus de Abraão, seu pai, e de Isaque. No entanto, na verdade, Abraão era seu avô. O Senhor teria Se enganado? Não. Ele agiu dessa forma para que o avô dele fosse o seu referencial. Hoje, independentemente da sua origem, o seu exemplo é Jesus.

Deus considerou que Jacó, ao se deitar na terra, estava tomando posse dela, garantindo que seria dada a ele e à sua semente. Jacó não pediu isso, mas sabia das promessas feitas a Abraão e à sua semente, a qual, evidentemente, ainda estava para nascer. Nós somos herdeiros dessa promessa que vai muito além da terra física, mas engloba todas as bênçãos das Escrituras. Tome posse delas pela fé, pois já lhe pertencem.

Os membros do Corpo de Cristo são a semente de que trata o diálogo de Deus com Jacó. Já somos milhões em todo o mundo, mas seremos como o pó da terra. Há de vir um avivamento tão tremendo, que multidões se converterão. A glória da última casa será maior do que a da primeira (Ag 2.9). O que aconteceu no início da Igreja não é nada comparado ao que o Senhor fará nos últimos dias. Prepare-se para esse varrer de poder que sacudirá os quatros cantos do mundo. Todos serão benditos em Cristo. Aleluia!

O Senhor falou claramente que seria com Jacó onde quer que ele fosse, pois não o deixaria até ele realizar o que lhe tinha dito. O sonho o levou a confessar que Deus estava ali, embora ele não o soubesse (Gn 28.16). O Altíssimo está na Palavra revelada. Ao crer, você verá a glória dEle (Jo 11.40).

Em Cristo, com amor,





R. R. Soares

sábado, 24 de setembro de 2016

Versículo do Dia


Versículo do Dia

E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor; e quem está em amor está em Deus, e Deus nele. 
1 João 4:16

VÍDEO DO DIA - Casting Crowns - Glorious Day ( Legendado )


Casting Crowns - Glorious Day ( Legendado )



PÃO DIÁRIO - 24/09/2016 - Conte a Sua história

   
Conte a Sua história

Rendei graças ao Senhor, invocai o seu nome, fazei conhecidos, entre os povos, os seus feitos. —1 Crônicas 16:8


Quando o reconhecido autor Studs Terkel estava procurando um tema para o seu próximo livro, um de seus amigos sugeriu “morte”. Embora ele estivesse resistente a princípio, a ideia pouco a pouco começou a tomar forma, e tornou-se real demais quando aos 60 anos a esposa do Sr. Terkel faleceu. Agora, o livro também representava uma busca pessoal: o desejo de saber o que há além, para onde sua amada tinha acabado de partir. As páginas do livro dele são um lembrete pungente de nossa busca por Jesus e das questões e preocupações que temos sobre a eternidade enquanto caminhamos em nossa jornada de fé.
Sou agradecido pela garantia que podemos ter de que estaremos com Jesus após morrermos, se tivermos confiado nele para perdoar os nossos pecados. Não há esperança maior. Hoje, é um privilégio compartilhar essa esperança com a maior quantidade possível de pessoas. O apóstolo Pedro nos encoraja: “…sempre preparados para responder a todo aquele que vos pedir razão da esperança que há em vós […] com mansidão e temor…” (1 Pedro 3:15,16). Recebemos a oportunidade de Deus, como disse Davi, de invocar “…o seu nome, fazei conhecidos, entre os povos, os seus feitos” (1 Crônicas 16:8).
As histórias de tantas pessoas que amamos ainda não terminaram, e o privilégio de lhes contar sobre o amor de Jesus é o bem mais precioso.
— Randy Kilgore

Leia: 1 Crônicas 16:7-13

Examine: A Bíblia em um ano: Provérbios 30-31;2 Coríntios 11:1-15

Considere: Que os nossos dias sejam repletos do desejo — e das oportunidades — de contar a nossa história com Jesus.



Ministério Pão Diário - Nosso site é: http://paodiario.org/
e nossa página no Facebook: Facebook.com/paodiariooficial

O MAU CARÁTER DE ESAÚ

Resultado de imagem para O MAU CARÁTER DE ESAÚ



 Vendo, pois, Esaú que Isaque abençoara a Jacó, e o enviara a Padã-Arã, para tomar mulher para si dali, e que, abençoando-o, lhe ordenara, dizendo: Não tomes mulher das filhas de Canaã.Gênesis 28.6
  

Ao ver que seu irmão obedeceu aos pais, indo a Padã-Arã, Esaú logo mostrou seu mau caráter. Agora, Jacó tinha a bênção de Abraão e, por isso, precisava ser cuidadoso, a fim de não agir fora do plano de Deus. Já seu irmão procurava pirraçar ainda mais os pais. Sem dúvida, essa não é a índole de quem tem a unção do Todo-Poderoso sobre si. Os passos seguintes mostrarão que Rebeca estava certa em crer no que o Senhor lhe disse, ajudando o filho mais novo.

Esaú logo descobriu que seu pai enviara Jacó à casa de seu tio, para tomar mulher para si, pois as filhas de Canaã eram más aos olhos de Isaque. Com isso, Esaú decidira fazer o possível para afligir seus pais – além de suas mulheres, que eram a amargura da família, ele tomou Maalate, filha de Ismael, irmão de seu pai, preferindo o caminho mau (v. 9). Ele poderia ser um ancestral de Jesus agindo desse modo? Quem não se cuida não é usado por Deus.

O Senhor não abençoa aquele que se dispõe a ser abençoado, e sim quem faz a Sua vontade. Além disso, o Altíssimo só pode atuar pelo caminho da santidade, mesmo que a pessoa lute com todas as suas forças, com oração, jejum e doando grandes quantias para a Sua obra. A fé abre a porta para alguém receber as bênçãos e não vem pelo desejo profundo que tal pessoa tem de possuí-la, mas, sim, dando ouvidos à Palavra (Rm 10.17). Aleluia!

Não é difícil andar com Deus, mas a caminhada tem de ser feita em fidelidade e no temor do Senhor. Os que desobedecem ao padrão bíblico, sem se importar com o que falam ou fazem, não conseguem agradar ao Pai celestial. O Novo Testamento deixa mais claro esse assunto ao dizer que sem fé é impossível agradar a Deus, pois aquele que se aproxima do Senhor tem de crer que Ele existe e é o Recompensador de todos os que O procuram (Hb 11.6). Amém!

Depois da sua atitude irresponsável, pouco ouvimos falar de Esaú; Jacó, por sua vez, escreveu uma linda história. A sua caminhada em direção a Padã-Arã foi cheia de incidentes maravilhosos. Lá, por exemplo, ele ouviu o Senhor e viu anjos subindo e descendo em uma escada. É possível perceber que seus passos foram guiados pelos Céus, pois sempre esteve onde deveria estar. Da mesma forma, aqueles que não se afeiçoam ao Altíssimo e não fazem a vontade dEle, em pouco tempo, caem no esquecimento.

Procure alcançar o padrão de servo de Deus demonstrado por Jesus nas Escrituras; caso contrário, você não estará em pé à direita do Mestre na consumação dos tempos. Por certo, vale a pena fazer o que agrada ao Pai, e não o que o homem deseja. Jamais aja por sentimento algum, mas, sim, pela fé. Quem foi iluminado pela mensagem do Evangelho tem de estar firme na fé e não pode se deixar vencer por nenhuma das mentiras do diabo. Amém?

Esaú estava disposto a irritar seus pais, mas a escolha de Jacó foi feita ainda quando ele era uma massa informe. Da mesma forma, Deus o moldou para ser um servo dEle. Por isso, jamais se dê a qualquer tipo de pecado. Se deseja agradar ao Senhor, prepare-se!

Em Cristo, com amor,




R. R. Soares

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Versículo do Dia

Versículo do Dia

No dia em que eu clamei, me escutaste; e alentaste com força a minha alma.
Salmos 138:3

VÍDEO DO DIA - DVD Fernandinho Sede de Justiça Completo



DVD Fernandinho Sede de Justiça Completo



PÃO DIÁRIO - 23/09/2016 - Entregando a Deus


Entregando a Deus

Ele [...] retirou-se triste, porque era dono de muitas propriedades. —Marcos 10:22


Corrie ten Boom, é heroína para uma geração de pessoas que cresceu após a Segunda Guerra Mundial, pois deixou um legado de piedade e sabedoria. Vítima da ocupação nazista na Holanda, ela sobreviveu para contar sua história de fé e dependência de Deus durante uma época de sofrimento horrendo.
“Tive muitas coisas em minhas mãos”, Corrie disse certa vez, “e perdi todas elas; mas, tudo o que coloquei nas mãos de Deus, isso ainda possuo”.
Corrie estava familiarizada com a perda. Ela perdera a família, os bens materiais e anos de sua vida por causa de pessoas odiosas. Mesmo assim, aprendeu a se concentrar naquilo que poderia obter espiritualmente, emocionalmente, ao colocar tudo nas mãos de seu Pai celestial.
O que isso significa para nós? O que devemos colocar sob custódia nas mãos de Deus? De acordo com a história do jovem rico no evangelho de Marcos 10, a resposta é tudo. Ele tinha a abundância em suas mãos, mas quando Jesus lhe pediu que desistisse de suas riquezas, ele se recusou. O jovem manteve os seus bens materiais e fracassou em seguir Jesus — em consequência, “retirou-se triste” (v. 22).
Assim como Corrie ten Boom, podemos encontrar esperança ao colocar tudo nas mãos de Deus e. em seguida confiar nele pelo que vier acontecer.
— Dave Branon

Leia: Marcos 10:17-22

Examine: A Bíblia em um ano: Provérbios 27-29;2 Coríntios 10

Considere: Não há vida mais segura do que a vida entregue a Deus.



Ministério Pão Diário - Nosso site é: http://paodiario.org/
e nossa página no Facebook: Facebook.com/paodiariooficial

A BÊNÇÃO DE ISAQUE A JACÓ

Resultado de imagem para A BÊNÇÃO DE ISAQUE A JACÓ

E Deus Todo-poderoso te abençoe, e te faça frutificar, e te multiplique, para que sejas uma multidão de povos.Gênesis 28.3
  

Antes de abençoar Jacó, Isaque o chamou e disse-lhe que não tomasse mulher de entre as filhas de Canaã (Gn 28.1). Hoje, temos visto cristãos se casarem com pessoas que não são do Senhor e, depois, quando o relacionamento fracassa, dizem que fizeram o melhor, mas não deu certo. Ora, temos de obedecer a Deus, mas algumas pessoas teimam em viver como os perdidos e, como se isso não fosse pouco, casam-se fora da orientação bíblica.

A ordem foi clara: ir a Padã-Arã, à casa do avô, e tomar como mulher uma das filhas de Labão, irmão de Rebeca. Se não fizesse o que Isaque estava determinando, a culpa seria somente de Jacó. Seguindo a direção, ele veria que aquilo fora falado pelo Senhor, pois tudo se encaixaria. Porém, caso se conduzisse de outra maneira, perderia a bênção. Não basta que o cônjuge seja convertido, ele tem de ser da mesma família da fé.

A determinação de Isaque era similar a uma direção bíblica, por isso o filho deveria cumpri-la. Jacó sabia que seu sucesso dependia da sua obediência. Em seguida, ouviu de seu pai as mais lindas bênçãos que ainda não havia escutado. Aquele pai declarou que o Todo-Poderoso abençoaria seu filho, frutificando-o e multiplicando a sua descendência, para se tornar uma multidão de povos. Dava para tontear só em pensar no que isso significava.

Como filhos de Deus em Cristo, temos a garantia de que as promessas das Escrituras nos dizem respeito e, com elas, seremos tudo o que o Senhor nos tem prometido. Não podemos deixar o medo se assenhorar de nós, porque o que o Altíssimo planejou para nós se cumprirá. Veja como você tem andado, fuja do pecado e de tudo o que vem do maligno. Seja um servo firme na fé e pronto para executar o mandado divino.

A Bíblia afirma que, se formos fiéis até a morte, teremos a coroa da vida (Ap 2.10). Isso quer dizer que nada pode nos arrancar das mãos do nosso Deus. Jesus prometeu que não lançaria fora aquele que fosse até Ele (Jo 6.37). Portanto, descanse na promessa do Senhor e jamais permita que algo o tire da presença divina, pois Deus é Aquele que o guarda. 

Isaque disse que Deus lhe daria a bênção de Abraão. Quanto a nós, temos a bênção de Jesus e jamais devemos nos esquecer disso. Se a tentação tem sido forte, não olhe para ela, e sim para Aquele que disse que nunca o deixará nem o abandonará. Somos jardim fechado do Senhor (Is 58.11) e absolutamente nada que o diabo envie contra nós nos tirará dessa posição privilegiada. Fique firme, vigiando e orando, e Deus será com você.

A bênção se estende à sua semente. Jacó possuiria as terras das suas peregrinações, a qual o Altíssimo tinha dado a Abraão. A nossa terra é espiritual e corresponde às promessas do Livro Santo; por isso, nunca se deixe levar pelas mentiras do inimigo nem olhe para as ofertas dele. O seu futuro será glorioso; portanto, não se dê a nenhum pecado.

Em Cristo, com amor,




R. R. Soares

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Versículo do Dia


Versículo do Dia


Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai. 
Romanos 8:15

VÍDEO DO DIA - Through The Fire - Crabb Family & Brooklyn Tabernacle Choir


Through The Fire - Crabb Family & Brooklyn Tabernacle Choir



PÃO DIÁRIO - 22/09/2016 - Pronto para orar


Pronto para orar

Ao meu coração me ocorre: Buscai a minha presença; buscarei, pois, Senhor, a tua presença. —Salmo 27:8


Enquanto viajava de avião com as filhas de 4 e 2 anos, uma jovem mãe se esforçava para mantê-las ocupadas a fim de que não incomodassem os outros. Quando a voz do piloto fez um anúncio pelo sistema de som, Catarina, a filha caçula, parou as atividades e abaixou a cabeça. Quando o piloto terminou de falar, ela sussurrou: “Amém”. Talvez, por ter ocorrido uma catástrofe natural pouco tempo antes, a menina pensou que o piloto estivesse orando.
Como aquela garotinha, quero um coração que leve rapidamente os meus pensamentos à oração. Acho que seria justo dizer que o salmista Davi tinha esse tipo de coração. Temos pistas disso no Salmo 27, no qual ele fala sobre enfrentar inimigos difíceis (v.2). Davi declarou:: “…buscarei, pois, Senhor, a tua presença” (v.8). Alguns dizem que, ao escrever este salmo, Davi estava lembrando-se do tempo em que fugia de Saul (1 Samuel 21:10) ou de seu filho Absalão (2 Samuel 15:13,14). A oração e dependência de Deus estavam no primeiro plano do pensamento de Davi, e ele descobriu que Senhor era seu santuário (Salmo 27:4,5).
Precisamos também de um santuário. Talvez, ler ou orar este salmo e outros também possa nos ajudar a desenvolver essa proximidade com o nosso Deus Pai. À medida que Deus se tornar o nosso santuário, voltaremos mais prontamente o nosso coração a Ele em oração.
— Anne Cetas

Leia: Salmo 27:7-14

Examine: A Bíblia em um ano: Provérbios 25-26;2 Coríntios 9

Considere: Em oração, Deus pode tranquilizar o nosso coração e aquietar a nossa mente.



Ministério Pão Diário - Nosso site é: http://paodiario.org/
e nossa página no Facebook: Facebook.com/paodiariooficial

COMO LIDAR COM OS ENFADOS

Resultado de imagem para COMO LIDAR COM OS ENFADOS




E disse Rebeca a Isaque: Enfadada estou da minha vida, por causa das filhas de Hete; se Jacó tomar mulher das filhas de Hete, como estas são das filhas desta terra, para que me será a vida?  Gênesis 27.46

  

É preciso ter cuidado para não se enfadar com as coisas ruins que sucedem, pois, muitas vezes, o erro está bem à nossa frente e é fácil de ser cometido. Ao declarar estar enfadada por causa das filhas de Hete, as quais Esaú tomara por mulher, Rebeca mexeu no coração de Isaque. Assim, logo seu esposo chamou Jacó e o enviou à casa dos seus parentes e do irmão de Rebeca, para que lá encontrasse a mulher da sua vida, e Jacó lhe obedeceu de pronto.

Rebeca não entendia como seu filho, Esaú, poderia ser tão perverso de coração, a ponto de provocá-la. A verdade é que quem se deixa levar pelo inimigo é capaz de matar o próprio irmão, a exemplo de Caim, ao ser usado pelo maligno. Sempre é bom orar pela pessoa com quem você está fazendo algum negócio ou vai falar a respeito de qualquer coisa. Se ela estiver na mão do diabo, poderá enganá-lo, mentir para você, roubá-lo ou até atentar contra sua vida.

As páginas policiais estão cheias de exemplos de pessoas que se deixaram envolver por um demônio que lhes abriu os olhos para a beleza de alguém e, depois, com a complicação do caso, foram guiadas ao homicídio. Quem vive os limites bíblicos jamais cairá nas tentações do maligno. Não há como o diabo ser bem-sucedido contra a sua vida, se você estiver em comunhão com Quem promete guardá-lo. Amém?

Esaú tinha um caráter mau pelo fato de estar distante de Deus. Ele queria ir de encontro aos próprios pais, ao se casar com mulheres não aprovadas por eles. Infelizmente, esse tipo de maldade ainda ocorre em nossos dias, mas, com o passar do tempo, quem agir assim perceberá ter se prejudicado muito mais do que a quem intencionava prejudicar. Ora, aqueles que o trouxeram ao mundo e cuidaram de você jamais iriam querer o seu mal. Acorde!

Rebeca acreditava que a prudência de Jacó poderia desaparecer, caso se inclinasse a uma mulher estrangeira. Naquele tempo, como agora e sempre será, a paixão enlouquece e faz do maior santo um grande pecador. Fique esperto para não cair nos contos do diabo, o qual fará tudo para enganá-lo, pois, como disse Jesus, ele é mentiroso e pai da mentira (Jo 8.44). No Senhor, entretanto, você pode confiar, pois Ele é a Verdade.

A mãe de Esaú e Jacó sabia que, até então, tinha seguido as direções do Senhor e, como o casamento é prazeroso e, com isso, a pessoa pode enveredar pelo caminho da desobediência e engano, ela não queria ver o plano divino sofrer algum tipo de prejuízo. Cuide dessa parte dos seus e não seja a mãe insensata ou o pai tolo, que só pensa no “melhor” para os filhos. O Reino de Deus e a Sua justiça devem ser buscados em primeiro lugar, e as demais coisas lhes serão acrescentadas (Mt 6.33).

Rebeca respeitava a autoridade de Isaque, por isso fez seu pedido. Jacó atendeu e, então, vemos o Senhor guiá-lo em tudo. A prova de que aquela mãe estava certa foi o cuidado de Deus com Jacó. Deixe o Altíssimo cuidar de você e viva o melhor em todas as coisas.

Em Cristo, com amor,




R. R. Soares

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Versículo do Dia


Versículo do Dia

Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece. 
João 3:36

VÍDEO DO DIA - Shirley Carvalhaes "Tudo Sobre Mim" (DVD completo)


Shirley Carvalhaes "Tudo Sobre Mim" 

(DVD completo)



PÃO DIÁRIO - 21/09/2016 - O jogo da culpa

O jogo da culpa

Seja sobre ti a afronta que se me faz a mim [...]. Julgue o Senhor entre mim e ti. —Gênesis 16:5


Quando o marido de Janete a trocou por outra mulher, ela jurou que jamais conheceria a nova esposa dele. Porém, ao perceber que sua amargura estava prejudicando o relacionamento de seus filhos com o pai deles, pediu a ajuda de Deus para dar os primeiros passos para superar a amargura numa situação que ela não poderia mudar.
No livro de Gênesis 16, lemos a história de um casal a quem Deus prometeu um filho. Quando Sarai sugeriu que o seu marido, Abrão, tivesse um filho com a serva deles, Agar, ela não estava confiando totalmente que Deus lhe daria a criança que prometera. Quando o bebê nasceu, Agar desprezou Sarai (Gênesis 16:3,4), o que a tornou uma mulher amargurada (vv.5,6).
Agar havia sido escrava sem direitos e, de repente, tornara-se especial. Como Sarai reagiu? Culpando os outros, inclusive Abrão (v.5). A promessa de Deus foi realizada no nascimento de Isaque 14 anos mais tarde. A atitude de Sarai estragou o banquete oferecido por Abrão na ocasião do desmame (21:8-10).
Talvez, nunca tenha sido fácil, para Sarai, ter vivido com as consequências da decisão de passarem na frente de Deus. Apenas um milagre da graça poderia ter mudado sua atitude, mas isso poderia ter transformado tudo. Sarai não pôde reverter a decisão, mas, com a força de Deus, poderia ter convivido com ela de forma diferente e glorificado ao Senhor.
— Marion Stroud


Leia: Gênesis 16:1-6; 21:8-13

Examine: A Bíblia em um ano: Provérbios 22-24;2 Coríntios 8

Considere: Pela graça de Deus, podemos refletir Sua luz em momentos de escuridão.



Ministério Pão Diário - Nosso site é: http://paodiario.org/
e nossa página no Facebook: Facebook.com/paodiariooficial

A REVOLTA DE ESAÚ

Resultado de imagem para A REVOLTA DE ESAÚ



Então, disse ele: Não foi o seu nome justamente chamado Jacó? Por isso, que já duas vezes me enganou: a minha primogenitura me tomou e eis que agora me tomou a minha bênção. E disse mais: Não reservaste, pois, para mim bênção alguma?  Gênesis 27.36
  

Esaú teria de aprender a não desprezar o que o Senhor concede e a buscar, cada vez mais, a direção divina. Ao agir desse modo, a bênção seria confirmada e entendida na sua extensão. Ele não foi forçado a vender o seu direito e, ainda que o preço tenha sido pequeno, o negócio fora feito e, por isso, tinha de se conformar. Quem serve a Deus, mesmo arcando com o prejuízo, precisa honrar sua palavra em uma negociação; porém, a atitude do irmão de Jacó foi de desprezo pela verdade.

Esaú desdenhou o valor do estatuto da primogenitura, ao vender seu direito por um prato de lentilhas. Esse foi o preço que achou justo e, se tivesse sido uma montanha de ouro, ele teria feito a mesma coisa. Esaú deveria ter reconhecido que Jacó foi justo. Ao barganhar sua bênção, o filho preferido de Isaque assegurou a Jacó o poder de lutar para preservá-la e ganhar todas as dádivas inerentes ao direito adquirido. É errado empenhar a palavra e, depois, não querer cumpri-la.

Ninguém tem de se gabar do que recebeu, porque, se não vigiar, outro poderá tomar sua coroa (Ap 3.11). Outro fato de suma importância é que quem não age em conformidade com a Palavra se desclassifica diante do Senhor. Os dons de Deus são irrevogáveis, mas a Sua obra não deve sofrer dano por causa de um desperdiçador. Vigie e ore sempre sobre as bênçãos recebidas, a fim de entender o propósito delas e mantê-las em sua posse. No caso de Esaú, a revolta dele era injusta.

Quando o dia chegou para Isaque transferir a bênção de Abraão, Jacó ficou receoso; o assunto era muito delicado. Ele havia nascido com a mão no calcanhar do irmão, por isso lhe deram o nome de Jacó – suplantador –, mas o temor de Deus em seu coração o fez tremer e foi preciso que sua mãe o animasse. Na atitude de Rebeca, temos um exemplo do que o Espírito Santo faz conosco, pois, diante das oportunidades, costumamos vacilar, mas o Senhor nos anima!

Quem toma as palavras de Esaú como verdadeiras deveria meditar e não fazer mais isso, pois ele era profano, homem sem temor. O próprio pai não declarou que Jacó havia roubado o direito do irmão, mas que este agira com sutileza. Penso que até Esaú fez tal afirmação em um momento de raiva, mas, depois de algum tempo, deve ter chegado a uma conclusão diferente. Muitos anos depois do ocorrido, ao se encontrar com Jacó, chorou abraçado ao irmão. Jamais condene um servo de Deus.

Na verdade, não é bom condenar ninguém, porque, conforme Jesus declarou, por tuas palavras serás justificado e por tuas palavras serás condenado (Mt 12.37). Além disso, não se deve julgar para não ser julgado (Mt 7.1), e sim abençoar para ser abençoado. Tudo o que o Senhor diz tem de ser observado, porque é verdade e jamais nos trará maldição; pelo contrário, irá nos proteger das ações do inimigo. No caso de Esaú e Jacó, se Deus afirmou que o maior serviria ao menor, quem poderia falar diferente? 

Examine tudo o que o Senhor lhe tem falado, pois são decretos proferidos a seu respeito. Prepare-se para se apresentar a Ele como obreiro aprovado, o qual jamais se envergonhará (2 Tm 2.15). O que Ele disse a respeito de Jacó, antes de ele nascer, se cumpriu. O mesmo ocorrerá na sua vida! Creia!

Em Cristo, com amor,



R. R. Soares

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Versículo do Dia

Versículo do Dia

Porventura não fizeste isto a ti mesmo, deixando o Senhor teu Deus, no tempo em que ele te guiava pelo caminho?
 Jeremias 2:17

VÍDEO DO DIA - The Lord Thy God - Brooklyn Tabernacle Choir


The Lord Thy God - Brooklyn Tabernacle Choir




PÃO DIÁRIO - 20/09/2016 - Bondoso Jesus


Bondoso Jesus

Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus. —Mateus 18:3


Charles Wesley (1707–88), evangelista metodista, escreveu mais de 9 mil hinos e poemas sagrados. Alguns, como “Mil línguas eu quisera ter”, são hinos de louvor incríveis e sublimes. Mas seu poema Gentle Jesus, Meek and Mild (Bondoso Jesus, manso e suave) publicado em 1742, é a oração silenciosa de uma criança que capta a essência de como todos nós deveríamos buscar ao Senhor com a fé simples e sincera.
Amado Jesus, Cordeiro bondoso,
Estou em Tuas gloriosas mãos;
Faz de mim, Salvador, o que tu és,
Vive em meu coração (tradução livre).
Enquanto alguns seguidores de Jesus usavam de todos os meios para conseguir uma posição em Seu reino, o Senhor “…chamando uma criança, colocou-a no meio deles. E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus” (Mateus 18:2,3).
Poucas crianças buscam posição ou poder. Em vez disso, elas querem aceitação e segurança, e se agarram aos adultos que as amam e cuidam delas. Jesus jamais afastou as crianças.
A última estrofe do poema de Wesley mostra o desejo infantil de ser semelhante a Jesus:
Eu então proclamarei o Teu louvor
Servirei a ti durante os meus dias felizes;
Então o mundo sempre verá Cristo,
a Criança santa, em mim.
— david c. mccasland

Leia: Mateus 18:1-10

Examine: A Bíblia em um ano: Provérbios 19-21;2 Coríntios 7

Considere: A fé brilha mais forte num coração infantil.



Ministério Pão Diário - Nosso site é: http://paodiario.org/
e nossa página no Facebook: Facebook.com/paodiariooficial

O QUE DIZER DA ATITUDE DE REBECA

Resultado de imagem para Rebeca gerou esaù e jacó

Então, falou Rebeca a Jacó, seu filho, dizendo: Eis que tenho ouvido o teu pai que falava com Esaú, teu irmão, dizendo.  Gênesis 27.6
  

Ao procurar o Senhor para saber por que havia lutas em seu ventre, Rebeca ouviu de Deus que ela gerava gêmeos e deles sairiam duas nações. Ela soube ainda que o maior serviria ao menor. Isso deve ter causado uma verdadeira avalanche de emoções nela. Mas por que o Senhor não impediu essa gestação dupla, visto que, aos olhos do homem, bastaria ser gerado aquele de cuja linhagem descenderia o Salvador? Um dia, saberemos de tudo!

Quando algo nos impacienta, devemos buscar direção divina. Como o Senhor sabe de tudo e é verdadeiro, Ele é o Único capaz de nos mostrar o que está por trás de qualquer situação. Não há nada melhor do que ouvir dEle a explicação dos porquês de nossos problemas. Com essas respostas, saberemos como nos portar diante das circunstâncias. Quando temos luz, podemos caminhar sem tropeçar nos obstáculos, mas, se andarmos nas trevas, não conseguimos fazer a vontade do Pai.

Rebeca entendia aquela revelação como um decreto do Onipotente: o maior serviria ao menor. Por isso, tinha de ficar atenta ao que sucederia; assim, a Palavra de Deus não falharia, e a humanidade seria redimida. Nem imaginamos o quanto erra quem descumpre um mandamento ou não dá atenção à direção do Altíssimo. Se eu tivesse recusado a minha chamada e ido para Moscou estudar Medicina, quantos milhões de pessoas teriam se perdido? Isso é coisa séria!

O plano do Altíssimo teria de ser confirmado; de outro modo, como as pessoas confiariam nEle? Caso falhasse, aquela palavra não seria digna de toda aceitação. Rebeca colocou o amor de Deus acima de tudo e, ainda que a tenham condenado, não se importou com isso. Como afirmou Pedro aos líderes judaicos, mais importa obedecer a Deus do que aos homens (At 5.29). Escolha amar o Senhor, e você será amado pelo Pai e pelo Filho. A recompensa será grande! Amém?

Isaque estava com idade avançada e tinha de passar a bênção ao sucessor; porém, se havia briga no ventre de Rebeca, e Esaú venceu Jacó e nasceu primeiro, seria o mais velho o abençoado? Aos olhos humanos, a bênção seria dele, mas Jacó, o vencido nas entranhas da mãe, soube conduzir as coisas e comprou o direito da primogenitura do irmão profano. O pai se inclinava para Esaú, principalmente pelo fato de o rapaz ser caçador e sempre lhe presentear com uma caça. Jacó teve de usar de sutileza para prevalecer.

Rebeca sentiu que aquele era o momento para a verdade ser confirmada. Então, chamou Jacó para fazerem algo antes que o carnal Esaú ficasse com a bênção. Não nos cabe julgar se foi certa ou não a trama engendrada por ela, mas os acontecimentos subsequentes comprovaram ser Jacó o eleito do Senhor. Se você sabe a vontade de Deus e nada faz para ela prevalecer, pode ser responsabilizado eternamente pelo prejuízo de alguém.

Esaú deveria ter reconhecido que vendeu seu direito a Jacó. Ao dar sua palavra, não deveria negá-la, ainda que com dano próprio. De certa forma, a redenção da humanidade esteve por um fio. No entanto, com a decisão de Rebeca, o Senhor cumpriu Sua promessa. 

Em Cristo, com amor,




R. R. Soares